fbpx

Vidros e cores: milhares de possibilidades

Vidros e cores: milhares de possibilidades

 

Algum leitor pode até achar o título exagerado, as realmente as possibilidades de aplicação de cores no vidro são numerosas. Um dos motivos é que o vidro, em sua essência, é transparente. Isso possibilita a junção de técnicas de bloqueio total ou parcial da luz para que efeitos diferenciados e surpreendentes possam ser obtidos. Nesta matéria vamos expor algumas dessas técnicas.

 

1 – Coloridos na massa

O vidro transparente pode vir, já de fábrica, com tonalidade que é acrescentada em sua massa. Essas cores se limitam a três: verde, cinza e bronze. Esses vidros são denominados Vidros Coloridos na Massa.

2 – Cor + Brilho

Os Vidros Coloridos na Massa, citados acima, podem ser utilizados como material de base para produção de espelhos coloridos. Passam a ter, portanto, suas cores transparentes acrescidas de uma camada de prata, que confere reflexão e brilho.

3 – Vidros refletivos coloridos

Os vidros de controle solar mais comuns são os vidros refletivos. São os vidros de aparência espelhada que geralmente são instalados em fachadas de edifícios. São oferecidos em várias cores, incluindo o champanhe, o azul, o verde e diversas outras. Ultimamente tais vidros têm sido utilizados também em ambientes internos, tais como boxes para banheiros e portas de armários

4 – Vidros laminados coloridos

Cores em vidros podem ser obtidas também pela laminação através de intercaladores (interlayers) coloridos. São centenas de possibilidades, variando desde cores pastéis até cores semi opacas.

5 – Transparência + opacação

Os vidros transparentes, por sua vez, podem ser opacados por jateamento, acidação ou laminação com película opaca. Dessa forma adquirem semitransparência branca e translúcida.

6 – Pintura a frio (esmaltação)

Vidros podem ser pintados com tintas especiais, em várias cores. Algumas tintas são semitransparentes e outras impedem totalmente a visão de um lado para outro. Geralmente tais pinturas são feitas aplicando-se uma única cor em toda a superfície do vidro. Entretanto, existe a possibilidade de se misturar dois ou mais cores com aplicação artística através de jato com revólver de pintura.

7 – Pintura a quente (serigrafia)

A serigrafia é a forma mais segura de se adicionar cor ao vidro. Na serigrafia aplicada sobre toda a peça um esmalte cerâmico é aplicado por rolos sobre uma das superfícies do vidro. Posteriormente este passa por um forno de têmpera. Nele o esmalte é fundido sobre a superfície do vidro e passa a fazer parte dele. A remoção da tinta, após esse processo é praticamente impossível. E a resistência da camada pintada pode suportar adversidades do tempo por várias décadas.

8 – Serigrafia com estampas

Trata-se do mesmo processo serigráfico exposto acima. A diferença é que a tinta é aplicada através de tela serigráfica, o que explica o nome desse tipo de pintura. As estampas podem cobrir todo o vidro ou deixar pequenos espaços sem cobertura para permitir a visão de um lado para outro. São os casos das estampas mais tradicionais, que são a quadrada e a listada (veneziana). As duas oferecem privacidade parcial onde são instaladas.

Possibilidades

O vidro pintado pode ser instalado em ambientes internos ou externos: revestindo móveis, em fachadas, divisórias, portas feitas de vidro, porta de armários, boxes para banheiro, vitrines, projetos especiais de decoração e acabamento, revestimentos de paredes, tampos de mesa e balcões. Os laminados coloridos podem ainda ser instalados em coberturas, guarda-corpos, pisos e degraus.

Sobre a Garante

Há 46 atuando no mercado a Garante Vidros, instalada na Grande São Paulo, fornece diversos tipos de vidros coloridos.

Para mais informações preencha nosso formulário de contato.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp