Oi, posso ajudar?
Estamos aqui para atendê-lo :)

Microapartamentos, Tiny Houses e o vidro

Microapartamentos com espaços disponíveis que vão de 20 a 40 metros quadrados e Tiny Houses com espaços de 20 a 60 metros quadrados são apontados como tendências no setor imobiliário. Saiba como os vidraceiros podem se adaptar e lucrar com esse novo jeito de morar.

Recentemente um microapartamento com 10 metros quadrados de área ganhou a atenção das mídias sociais. Por estar localizado em um espaço nobre da cidade de São Paulo ele era oferecido por R$ 200 mil. Apesar da discrepância em seu preço, microapartamentos semelhantes, porém, com medidas que vão de 20 a 40 metros quadrados estão se tornando comuns.

Paralelamente a esse movimento está crescendo também o número de casas, fixas ou sobre rodas, com espaços de 20 a 60 metros quadrados. São chamadas de Tiny Houses e integram um movimento em busca do minimalismo e o desprendimento.

Reflexo da superpopulação

É claro que o aumento da população mundial, prestes a atingir a marca de 8 bilhões de habitantes no planeta, e o acirramento na disputa pelas áreas mais valorizadas da cidade contribuem para fortalecer esses movimentos. Com maior quantidade de pessoas procurando por habitação é comum que o valor aumente e os espaços diminuam. Essa já é uma situação vivida no Japão há mais de duas décadas.

Para quem não sabe, o movimento Tiny House surgiu nos Estados Unidos e ganhou força em 2008, com a grande crise econômica que assolou o país e deixou muitos americanos sem casa. A partir disso, pequenas moradias passaram a ser oferecidas para remediar a situação. E muitos passaram a morar em casas sobre rodas inseridas no meio da natureza, por não terem de pagar impostos em construções fixas e em busca de melhor qualidade de vida.

Vidros em espaços pequenos

Vidraceiros podem oferecer diversas vantagens aos adeptos de microapartamentos e tiny houses. Espelhos aplicados em paredes melhoram a performance acústica de casas de Driwall ou madeira, contribuem para aproveitamento da iluminação natural e proporcionam uma sensação de maior amplitude aos espaços pequenos.

Além disso, em divisórias os vidros oferecem a vantagem de pouparem espaço na comparação com qualquer outro material. E tais divisórias podem ser montadas rapidamente, utilizando-se ferragens ou perfis de alumínio como estrutura e suporte.

Outra vantagem que o vidro oferece em locais pequenos é em relação à variedade de produtos. Divisórias, por exemplo, podem ser montadas com vidros serigrafados em vária cores. Além disso, oferecem brilho e facilidade de limpeza.

Por fim, o vidro, especialmente os serigrafados e os temperados, podem ser sustentados apenas por ferragens aplicada em furos. E o surgimento de dobradiças articuladas permitem sua utilização em portas pequenas sem ocupar espaço

Cenário imobiliário

Como é possível perceber, a sociedade se reinventa e se atualiza à medida que surgem novos padrões culturais e econômicos. Dentro deste cenário, o setor imobiliário está entre os mais dinâmicos.

Outra tendência, segundo os especialistas, para a escolha de menores apartamentos ou casas, é a opção de muitos por não terem filhos. A preferência desse público mais jovem, das classes médias e altas, é por animais de estimação.

Maior custo por menos espaço

Segundo Edgar Ueda, um dos maiores especialistas em vendas do setor imobiliário, escritor best-seller de cinco livros e três vezes palestrante do TEDx. esse novo conceito também se moldou após as transformações que a pandemia causou, entre elas a valorização do metro quadrado, especialmente em áreas nobres das grandes cidades. “Apesar disso, a tendência desse novo mercado imobiliário já vinha se desenvolvendo nos últimos sete anos, o que fez com que essa indústria aproveitasse espaços menores e cobrasse mais por metro quadrado, visto que dentro dos bairros nobres esse é um perfil bem aceito pelo público-alvo”, afirma o especialista, que morou por nove anos no Japão.

Com sua empresa especializada em microapartamentos, a Neximob, Ueda já gerou mais de R$4,2 bilhões em contratos e está presente em mais de 40 cidades do Brasil, com 56 empreendimentos de sucesso e mais de 17.500 unidades comercializadas em todo o país.

Leia também: Qual o vidro mais resistente?

Sobre a Garante Vidros

A Garante Indústria de Vidros atua no mercado vidreiro desde 1974, oferecendo atendimento às indústrias ou empresas comerciais (com CNPJ) que atuem nas seguintes áreas:

  • Cabines em geral;
  • Calderaria (com visores);
  • Construção Civil em geral;
  • Cozinhas Industriais;
  • Decoração;
  • Design de Interiores;
  • Esquadrias;
  • Expositores de lojas;
  • Guaritas;
  • Manutenção Predial ou Industrial;
  • Móveis;
  • Rack para eletroeletrônicos;
  • Refrigeração;
  • Serralherias;
  • Totens e sinalização externa ou interna;
  • Tratores.

Para mais informações preencha nosso formulário de contato

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
  • Tipos de arquivos permitidos: jpg, png, pdf
    Arquivos permitidos: jpg, png e pdf